domingo, 8 de agosto de 2010

Nos dias de hoje
Os tempos são outros
As pessoas não são elas
Um vida vale qualquer trocado
Valores não valem mais nada
E custamos a amar uns aos outros

Ah no meu tempo...
Que nem é meu por muito tempo
Apenas foi,em algum dia
Meu momento

Onde via flores não so em enterros
Onde passaros não viviam so em gaiolas
Onde nos rios não nadavam so sugeira

Mas há de ter esperança
Tudo pode não ser bom
Como nos tempos de criança
Mas hoje é so um dia
E amanhã são vários outros

2 comentários:

D i c a disse...

Saudosismo chega a cortar a carne quando estamos cansados do que temos ou vivemos hoje.

Lindo, Uri, como sempre.

Joaquim disse...

Muito bom...
Você é realmente um emo...rsrs
e o blog está 10.