segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Carta Náutica



Navego

Há ondas que me trazem e me levam

Há barcos que naufragam

Há portos que me esperam

Há mares que navego

E outros me navegam




Por onde vou não sei o lado

Certeza apenas que remo

E não estou parado

4 comentários:

Gabriela Marques. disse...

Ir com a correnteza, devagar, só não ter pressa, em algum lugar se vai chegar.

Obrigada Uri por sua belas palavras e seu carinho por meu cantinho.
Uma ótima semana a ti!
Beijo grande

por Luma Pinto Oliveira disse...

Realmente.
Curiosidade: o que você gosta de tocar no violão? Outra: vc faz poesias...também faz músicas? =**

por Luma Pinto Oliveira disse...

É, música tem que treinar muito mesmo...
Eu tinah uma dificuldade imensa de juntar letra e melodia, até que nessas férias saiu uma música completinha. Agora já acredito que posso, acho que ajuda um pouco. O problema é tempo =o

Eei, a foto desse post é muito bonita. É de Ssa?

=*

Natália Corrêa disse...

Eu prefiro não remar. Deixo a onda me levar pro abismo.